Dev front-end: principais dicas e habilidades para iniciar sua carreira

6 minutos para ler

Ter uma plataforma digital para se comunicar com os clientes hoje em dia é um elemento quase obrigatório.

Para você ter uma ideia, um estudo realizado pela Big Data Corp mostrou que só no Brasil existem mais de 10 milhões de sites na web e isso é um prato cheio para um dev front end

Esse profissional é o responsável por transformar um design em um site funcional. Para quem quer começar a trabalhar nesta área precisa ficar atento em algumas habilidades técnicas e comportamentais para ter sucesso nos processos seletivos e conquistar a vaga dos sonhos. 

Ficou ansioso para explorar o assunto? Acompanhe a leitura que vamos te explicar mais sobre as responsabilidades de um dev front end, te mostrar as principais habilidades para ter sucesso nesse cargo e as dicas para chegar lá. 

O que um/a dev front end faz?

Nos anos 2000, no início da popularização da internet, algumas plataformas eram referência quando o assunto era a parte visual do site, um grande exemplo disso é o portal de notícias Terra.

Naquela época, esse canal era um exemplo que muitas empresas gostariam de copiar. 

Portal de notícias Terra, 2011.

Perceba que eram blocos gigantes de textos, com imagens pouco nítidas e de baixa qualidade, não existiam transições ou movimentos suaves de alguns botões e as divisões das informações eram faixas com cores chapadas. 

Daquele ano até os dias atuais é possível perceber um salto enorme na parte visual de cada website e ainda ver a evolução em blocos mais organizados, imagens mais atraentes e principalmente, telas mais funcionais. 

A responsabilidade de quem trabalha nessa área é, em resumo, dar vida a layouts pré determinados por designers de forma funcional, rápida e que proporcione a melhor experiência para quem está utilizando essa página. 

Quem ocupa esse cargo deve conhecer bem as linguagens utilizadas para programação como HTML, CSS e Javascript, e também precisa entender mais de frameworks, sistema de controle e plataformas de pré processamento.

Mas, antes de desenvolver essas habilidades técnicas, ele precisa ter boas habilidades comportamentais

As também conhecidas como soft skills são habilidades comportamentais que os recrutadores amam, elas dizem respeito principalmente a forma de agir diante das situações e vão mostrar o quanto esse profissional consegue lidar com mudanças, trabalhar em equipe e até mesmo como ele vai influenciar na cultura da empresa. 

Habilidades de um bom dev front end

Saber ler um código HTML é essencial para quem trabalha com programação, mas não é apenas isso que vai te tornar um dev front end de sucesso. Você precisa trilhar um caminho interessante até dominar essa área. 

Fonte: https://storage.googleapis.com/dpw/app/uploads/2017/08/1_V7TMAzvhW7_cn9FbkKqOcQ.png

Mas não se preocupe em aprender tudo de uma vez, como dissemos, o processo de aprendizado é uma jornada e tem várias etapas até entender tudo que é necessário.

Para te ajudar a dar o pontapé inicial, preparamos uma lista com as principais habilidades e dicas para desenvolver cada uma delas. 

Acompanhe!

HTML / CSS / JavaScript

Essa é a habilidade principal e central de todas as outras, pois essas linguagens serão o meio para executar o projeto com sucesso. Acostume-se com elas pois todas as vagas para dev front end demandam conhecimento de cada uma delas. 

O HTML (HyperText Markup Language) é um bloco de texto e código utilizado para a construção de páginas na web.

Powered by Rock Convert

Todos os navegadores leem e decodificam essas linhas para apresentar algo visual. Mas essa linguagem por si só, não permite trabalhar muitos elementos visuais, ele é mais responsável pela estrutura da página. 

Já o CSS (Cascading Style Sheets) é a linguagem utilizada para trazer beleza e gerar uma harmonização visual para os elementos construídos na linguagem anterior.

Esse tipo de código não vive sem a estrutura HTML e necessita dela para encontrar os elementos e aplicar as características desejadas. 

O Javascript, ou JS como também é conhecido, é o terceiro tipo de linguagem que determina a função de cada elemento, como o play de um áudio ou vídeo, rolagem, animação e jogos.

O interessante do javascript é a existência de bibliotecas que facilitam o trabalho desse profissional com plugins e extensões que melhoram a usabilidade do site.

Esse trio não vivem sozinhos e são a base de qualquer trabalho que um dev front end vai executar ao longo de sua vida profissional. 

Framework e design responsivo 

Um dos maiores rivais de um designer ou de um redator é a temida folha em branco, ali não existe nada e cabe ao responsável da criação ter que rascunhar um projeto do absolutamente nada. 

Mas, para o desenvolvimento front end, a história é um pouco diferente pois existem os frameworks, coleções de JS e CSS que já fazem grande parte do trabalho para ele

É como se existisse um template pré definido com as principais informações que o dev precisa para desenvolver o projeto, e ele deve apenas reorganizar cada código da melhor maneira possível. 

Existem vários tipos de frameworks, uns mais simples, outros mais complexos e cabe ao desenvolvedor escolher o mais adequado para o projeto que vai construir. 

Além disso, os frameworks são ótimos aliados para o desenvolvimento de um layout responsivo.

Esse tipo de layout é responsável pela adequação das informações de uma página para os mais variados tipos de telas (smartphone, tablet ou desktop)

A responsividade da tela é construído a partir do conjunto de todas as habilidades que citamos até agora. 

Dicas para começar na área

Um dos primeiros desafios de um aprendiz de programação é escolher a área que ele deseja atuar, mas se você está lendo esse artigo é por que tem uma certa tendência a escolher o desenvolvimento front end.  

Esse é o primeiro passo para se destacar nesse mercado. Isso não te impede de ser um  profissional geral no futuro, mas para quem está começando o mais adequado é focar em uma área de cada vez. 

Além disso, listamos algumas dicas que vão te ajudar a se tornar um dev front end altamente capacitado, por isso você deve: 

  • Planejar seu aprendizado;
  • Saber escolher os melhores resultados que aparecem no Google;
  • Analisar os códigos de outros sites (a ferramenta de desenvolvedor dos navegadores podem te ajudar, é só apertar F12 em alguma pagina que logo essa função abre);
  • Buscar cursos profissionalizantes
  • Conhecer, aprender e usar ferramentas profissionais; 
  • Continuar com o processo de aprendizado. 

Aprofundar no conhecimento e desenvolvimento dessas habilidades com certeza é um dos melhores caminhos que você pode seguir. 

E claro, você não precisa aprender tudo sozinho! Por isso, não deixe de nos seguir no Instagram, Facebook ou LinkedIn e aprenda mais dicas essenciais para se tornar um dev front end almejado pelo mercado. 

Você também pode gostar

2 thoughts on “Dev front-end: principais dicas e habilidades para iniciar sua carreira

Deixe um comentário